fev 26

Um comentário em “Carta Aberta a Caio Fernando Abreu

  • Isadora Cotrim

    Caio é exatamente essa referência pra mim. Foi fundamental no começo da minha vida ‘adulta’, consumi vorazmente seus livros, comprei todos que encontrei nas prateleiras, li, reli, treli, repliquei, me fartei. Confesso que enjoei um pouco, e ultimamente não tenho lido mais nada produzido por ele. Mas ainda assim, nunca perdeu o brilhantismo, e esse ar de sabedoria, de quem conhecia profundamente as coisas… Caio foi um grande cara, e esse texto traduz exatamente meus sentimentos em relação a ele. Obrigada por essa doce lembrança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas marcas e atributos HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.